segunda-feira, 16 de abril de 2012 7 comentários

Um pouco da vida...

Para quem não sabe meu marido é jogador de futebol, aliás era até terça-feira passada (dia 10-04-2012). Saiu de casa aos 14 anos, deixando família, amigos, estudo para correr atrás de um sonho. Nos conhecemos a 11 anos e logo nos casamos. Daí por diante minha vida foi acompanha-lo. Fomos muito felizes nesse tempo. Rimos, choramos, tivemos raiva, alegrias, fomos honrados e principalmente honramos àquele que é por nós Jesus. Por onde passamos fizemos amigos. Mas... tem uma hora que é a hora de parar. Começar ou recomeçar uma vida nova. Tempo de aprender coisas novas, de fazer novos amigos e conviver mais com os familiares e velhos amigos que sentíamos tanta saudade. Voltar para o nosso país que é extremamente lindo em todos os sentidos, que é aconchegante como nenhum outro e que pode não ter as 4 estações do ano bem definidas, mas o sol brilha muito mais. Um lugar sem sol parece sem vida, triste... Mas é isso ai. Meu marido postou algo no facebook que gostaria de compartilhar aqui. Um tchauzinho a todos aqueles que conhecemos e que foram tão gentis. Quem sabe um dia nos reencontremos. A vida da tantas voltas...

Olá amigos do face ! 
Gostaria muito de compartilhar algo com vocês.
Hoje acordado toda a madrugada me vieram alguns flashbacks da minha vida. 
Me lembro como se fosse hoje o dia em que decidi correr atrás de um sonho de criança, ou posso dizer o sonho de todas as crianças brasileiras ou indo além posso dizer das crianças de todo o mundo. Lembro eu indo embora de casa com meus tios em direção a são Paulo, e nessa imagem guardada na minha mente tenho minha mãe sentada na mureta da árvore da casa da minha avó. Ela com gesso no pé chorava muito, não por causa da dor no pé ou pelo incômodo do gesso. A dor era maior, era a dor de ver um filho partindo com 14 anos, inocente e imaturo achando que a vida era fácil e ainda com o dom que ele tinha seria tudo mil maravilhas. Por outro lado o pai do lado da mãe, em pé. Sim ele em pé! com a mão esquerda sobre o ombro da mãe como um ato de consolo e força. Ele como sempre calado, quieto, observador e confiante que o filho iria conseguir o que ele saíra em busca. Aliás ele sempre foi o maior fã e admirador daquele filho. Os irmãos ! Uma menina mais velha e um menino mais novo , não sabiam o que estava se passando realmente , só sabiam que não teriam mais aquela companhia por um bom tempo, e choravam de saudade.
O menino se foi. Viajou o Brasil , viajou o mundo , chorou e riu de saudades. O menino sofreu e o menino teve momentos incríveis e inesquecíveis. O menino virou homem, o homem se casou, teve filhos. O homem teve suas realizações profissionais, as mesmas que ele sempre sonhou desde o momento que saiu de casa. E depois de 16 anos e meio o homem já calejado, mas realizado se cansou. Não desistiu ! se cansou ! desistir é deixar de fazer aquilo que ainda tem condições de fazer e não o faz por medo e por ser fraco. E cansar é quando você faz tudo o que poderia ter sido feito, e a partir dali não vai mais. Afinal tudo na vida tem começo meio e fim, inclusive a própria vida. E sábios são aqueles que sabem a hora de parar pois já chegou o seu limite.
Hoje o homem volta pra casa de cabeça erguida, e sensação de dever cumprido, como um soldado que volta da guerra. E literalmente foi isso q ele viveu durante esse período. Guerreou contra vários adversários mas o maior deles sem dúvida foi a luta contra o seu próprio corpo ( quem conhece sabe do que estou falando, quem não sabe são as inúmeras cirurgias no joelho se não me engano 6) e contra suas próprias limitações, dificuldade com língua estranha e costumes num tanto bizarros mas que enriqueceu muito a cultura daquele que saiu de casa em busca de algo diferente.
Chegou o dia! hoje chegou o fim de uma era e o começo de uma outra. Daqui pra frente novos desafios, novos confrontos mas com uma grande diferença. A guerra agora tem um grande aliado o AMOR, CARINHO E CALOR de uma coisa muito importante e uma das maiores bênçãos de Deus chamado FAMÍLIA. Isso ! aqueles que anos atrás deixei para trás, mas que hoje volto feliz de reencontrá-los. E hoje é um dos grandes motivos da minha volta.
Agradeço ao futebol por tudo que me deu, por tudo que me ensinou, por todas as pessoas colocadas na minha vida, sendo elas boas ou ruins, de alguma forma influenciaram no caráter que tenho hoje e me ensinaram algo e fizeram de mim uma pessoa mais forte e mais madura.
Agradeço a todos que me ajudaram a realizar esse sonho, amigos e familiares. Em especial meu pai Jarbas Delani, minha mãe e eterna parceira Silvana Elizabeth e a minha querida e amada esposa Viviane Delani

Thanks a lot GOD !

NEVER ALONE
Por Eduardo Delani

Aqui estão alguns links do you tube que conta um pouco dessa história. Vale a pena assistir!!!

http://www.youtube.com/watch?v=G_0GM_iRZnE&feature=BFa&list=UUOgFEu6nNpyDN9-krs1DeMg&lf=plcp

http://www.youtube.com/watch?v=DNoV1qQfSEQ

http://www.youtube.com/watch?v=cubdCxnXjK4

domingo, 15 de abril de 2012 0 comentários

Mudança radical!!!

No momento estou meio off do blog, mas logo logo estarei de volta com várias novidades!!! Mudança radical de vida!!!



segunda-feira, 9 de abril de 2012 2 comentários

Design Denmark 2




Até que isso não é uma má ideia!!!



Fonte: http://www.designdenmark.co.nz/
domingo, 8 de abril de 2012 0 comentários

Design Denmark

Abridor













Fruteira

Luminária

Saleiro e pimenteiro
Castiçais
Petisqueiras
Descanso  de panela           

sábado, 7 de abril de 2012 0 comentários

Rosquinhas

Essas rosquinhas minha tia Maria (já falecida) fazia todo final de semana. Sempre lembrava dessas rosquinhas e resolvi procurar um dia na internet porque não lembrava muito bem a receita. Encontrei uma receita no blog: http://andreaquitutes.blogspot.com/
Sempre lembro dessa minha tia, ela faz uma falta... Queria tanto ter feito mais por ela... mas era muito jovem na época e o que pude fazer fiz. Mas bem que ela poderia estar conosco até hoje, iríamos fazer tantas rosquinhas juntas... Bom, mas ela não está mais aqui e um dia com certeza irei encontra-la, então vou fazer as rosquinhas em homenagem a minha tia querida Maria Fernandes Rosa. Te amo tia e sempre lembro de você... Eu fiz metade da receita e deu umas 25 rosquinhas do tamanho que fiz.




Ingredientes da massa
- 1kg de farinha de trigo
- 60g de fermento biológico
- 1 xícara (chá) de açúcar
- 1 colher (sopa) de margarina
- 1/2 xícara (chá) de óleo de milho ou girassol
- 3 ovos
- 2 xícaras (chá) de leite morno
- 1 pitada de sal

Calda
- 1 xícara (chá) de açúcar
- 1/2 xícara (chá) de água

Preparo
Amorne o leite. Coloque no liquidificador ovos, açúcar, sal, margarina, óleo, leite e fermento. Bata até virar um creme. Coloque a farinha de trigo em uma vasilha e vá colocando o creme do liquidificador aos poucos, sovando bem a massa até que desgrude das mãos. Faça as rosquinhas e coloque-as em uma forma em cima de papel manteiga (se não tiver não precisa nem untar a assadeira, é só colocar diretamente). Não precisa pincelar ovo. Asse em forno pré aquecido por uns 20 minutos ou até que dourem. Faça a calda misturando a água e o açúcar e levando ao fogo até que o açúcar derreta. Passe a calda em cima das rosquinhas com a ajuda de um pincel e salpique coco ralado. 
quarta-feira, 4 de abril de 2012 2 comentários

Forma de bolo com divisória

Olha o que eu encontrei em uma loja super fashion aqui da cidade. Com essa forma sai cada fatia de bolo como se tivesse sido assada individualmente. Parece bem legal. Procurei na internet para ver se achava no Brasil, mas não consegui encontrar nada do tipo. Se eu não me engane o preço era 200 kr (o que equivale a uns 65 reais). 



segunda-feira, 2 de abril de 2012 5 comentários

Primavera

Bem vinda sua linda!!! A Primavera chegou por aqui. E tudo está ficando mais belo. Os pássaros voam e cantam, as flores desabrocham, o frio fica menos intenso, o sol aparece e até esquenta um pouquinho... (teve até um dia que fez 17 graus acredita!!!). Enfim tudo parece mais alegre, não só parece, realmente a vida fica mais alegre. Depois de meses de pouca claridade, chuva, neve, frio, parece que isso tudo está ficando para trás. A vida é tão mais bonita quando o sol brilha... Saudade do meu Brasil, onde muita gente reclama (às vezes com razão rs) do calor. Mas vai passar meses de frio aqui pra ver como se aprende a não reclamar de mais nada rs. 

Olha que coisa mais linda essa mini laranjeira e mini limoeiro.



Seguidores

 
;